Ford:
Motor Endura-E

09 - Temperatura instável no Fiesta 1.0 97, dúvida de Williams (07/11/02)
08 - Consumo e Partida do Endura 1.0, dúvida de Eduardo
(07/11/02)
07 - Aumento de Cilindrada do Endura 1.0, dúvida de Ricardo
(07/11/02)
06 - Problemas na aceleração do Fiesta 1.0 97 (17/09/02)
05 - Consumo no Fiesta 1.3 95 (17/09/02)
04 - Marcha lenta no Motor Endura (01/08/02)
03 - Melhor torque no motor endura (01/08/02)
02 - Nitro no Fiesta Endura (01/08/02) 
01 - Motor Endura (08/04/2002)

 

 

01 - Motor Endura, dúvida de Danilo Gimenes:
     Olá galera do Fiesta HP, parabéns pelo site, seguinte:
     Comprei um Fiesta 1.0 97/97, e gostaria de saber se o motor endura do meu Fiesta é de fabricação nacional ou argentina, e qual o consumo médio de gasolina ideal para esse motor.
     Grato
     Danilo Gimenes

Resposta de Felipe Cavalcante:
    
Danilo
     O motor Endura é de fabricação nacional. Ka, Fiesta e Courier são 100% brasileiros, apenas Escort e Focus são argentinos, com motores vindos da Inglaterra.
     De acordo com a revista 4 Rodas, o Fiesta 1.0 97 tem consumo urbano de 11,0 km/l e rodoviário carregado de 13,5 km/l.
     O motor Endura apresenta um baixo consumo de combustível e bom desempenho na cidade, graças ao torque em baixas rotações e ao sistema EEC-V com injeção multiponto. O único cuidado deve ser tomado com a válvula IAC, que controla a marcha-lenta mas infelizmente apresenta baixa durabilidade. Já vi dois Fiestas Endura com esse problema, que mereceu a capa do caderno "Veículos" da Folha de São Paulo.
     De resto, o Fiesta é só alegria.
     Abraços - Felipe Cavalcante
subir

 

02 - Nitro no Fiesta Endura, dúvida de Rodrigo Savazzi
    Caro Felipe:
    Sou proprietário de um Fiesta 1.0 97/98 (o Fiesta "69" da seção "seu carro"), estou contente com o carro, mas os custos com manutenção estão se tornando caros demais para um carro cujo valor de mercado não ultrapassa R$ 10.000. Dessa forma pretendo trocá-lo, entre o fim deste ano e o começo do próximo, por um Fiesta novo, c/ compressor mecânico, e minha dúvida é exatamente sobre este carro. Pretendo instalar um kit de injeção de óxido nitroso, mas, procurando na internet, não achei nada a respeito, apenas matérias falando sobre carros turbinados e naturalmente aspirados. Resumindo, minhas duvidas são:
    1- É possível instalar um kit de nitro no carro?
    2- Se é possível, qual seria o ganho aproximado de potência, com o sistema ativado?
    3- Existe alguma oficina competente para realizar a instalação no ABC, bem como efetuar recargas do cilindro?
    Pretendo também deixar deixar a mecânica do carro o mais original possível, de modo a possibilitar a desinstalação do sistema sem maiores dores de cabaça.
    Obrigado
    Rodrigo

Resposta de Felipe Cavalcante:
    Rodrigo
    É possível instalar um kit de óxido nitroso em qualquer motor. E isto não muda em relação ao Fiesta SC. Você só terá que tomar alguns cuidados necessários como em qualquer outro motor equipado com nitro:
    1- Sempre instalar a garrafa a 45 graus em relação ao assoalho do carro. Nunca de ponta cabeça como alguns malucos fazem.
    2- Se comprar um kit nitro usado, verificar o estado das solenóides. Devem estar funcionando perfeitamente para suportar a alta pressão
    3- Nunca deixar a quantidade de nitro ficar abaixo de 60% do volume total da garrafa. Quanto mais cheia a garrafa estiver, maior vai ser a pressão da descarga. Uma garrafa pequena de nitro (a mais comum) quando cheia pesa em torno de 11 quilos. Não deixe de recarregá-la quando o peso chegar próximo dos 7 quilos.
    4- Procure acionar o nitro sempre acima da rotação de torque máximo, quando o motor estiver em plena eficiência volumétrica.
    Um kit básico traz 9 HPs por fogger. No seu caso, seriam 4 foggers, trazendo 36 HPs a mais ao motor, mas isto vai depender muito da pressão de combustível utilizada. A partir da pressão de combustível poderemos determinar a giclagem correta do óxido nitroso no fogger, deixando o gicleur de combustível maior para evitar quebras no período de acerto.
    Um giclagem 16/20 trará 9HPS a mais. 18/21 trará 12 HPS, 20/24 trará 15 HPS e por aí vai. Não se trata de receita e sim de acerto fino. Os modernos sistemas de injeção também incorporam o sistema de ignição. Quando o nitro for ativado, o sistema de ignição do Fiesta irá atrasar o ponto de ignição instantaneamente, cabendo ao proprietário apenas escolher velas com grau térmico correto, mais frias apenas 1 ponto no caso da giclagem 18/21 ou 2 pontos quando utilizar 20/24
    A instalação do nitro não é difícil, muito pelo contrário.
    Basta ter capricho na instalação e tomar cuidado com todas as vedações do sistema.
    Recargas podem ser feitas em qualquer indústria química, como a Oxigênio, White Martins, etc.
subir

 

03 - Melhor torque no motor endura
    Gostaria de saber se há algum método para aumentar o torque no motor ENDURA
1.0 (no caso um Fiesta 98) sem muito custo, visto que procuro apenas uma
melhor dirigibilidade. Parabéns pela HP. Obrigado pela atenção

Resposta de Felipe Cavalcante:
    Para aumentar o torque do motor Endura o melhor mesmo seria encomendar um comando de válvulas com maior lobe center e conseqüentemente menor duração.
    Alguns especialistas em comandos de válvulas podem fazer um perfil em cima de um comando original Ford, mas o resultado nem sempre é dos melhores. Um fator que limita bastante é a baixa cilindrada e o projeto defasado do Endura. O custo benefício não vai ser satisfatório, poderia sim no Endura adiantar o grau da ignição e aumentar a freqüência do pulso dos bicos, mas o motor vai ficar muito ruim na estrada.
    Acho que a melhor opção seria mesmo adquirir um Ford com motor Rocam ou Endura 1.3.

subir

 

04 - Marcha lenta no Motor Endura, dúvida de Paulo Henrique
    Oi, Felipe!!!
    Achei muito interessante o site. Vi o comentário feito sobre a válvula IAC. No meu caso a coisa esta pior: Já troquei esta peca duas vezes, troquei o sensor de abertura de borboleta e o meu fiesta (1.0 EFI 96) não deixou de ter aquele velho problema de sempre estancar ou ter um mau desempenho na marcha lenta. Me falaram que o motor esta carbonizado (já tem quase 77.000 km) e que uma limpeza resolveria o problema, mas tenho medo de investir e continuar na mesma. Você tem alguma opinião sobre o assunto que possa me ajudar?
    Um abraço.

Resposta de Felipe Cavalcante:
    Paulo
    Pode investir na limpeza do motor sem problema algum. A carbonização realmente afeta o desempenho e o consumo do motor.
    Uma descarbonização não vai custar caro e geralmente traz bons resultados. Mas se mesmo assim o seu Fiesta continuar com o problema, creio que apenas um banho químico no cabeçote poderá eliminar as borras criadas pela carbonização.
    Você já tentou ver se a linha do combustível não está obstruída? Muitas vezes problema na marcha lenta são simples, como um coletor que não esquenta direito ou mesmo uma simples mangueira. E isto faz toda a diferença.
subir

 

05 - Consumo no Fiesta 1.3 95, dúvida de Renato Crisostomo, Fortaleza - CE
    Prezados Amigos
    Incomensurável prazer sentido ao saber da existência deste site. Antes de mais nada, cordiais congratulações pelo magestoso trabalho desenvolvido na FIESTA HP!
    Mas, vamos ao assunto. Recentemente adquiri um Ford Fiesta 1995 1.3 (espanhol). Optei pela marca em virtude de bem sucedidas experiências com o carro na minha família. Surpresa minha, ao rodar com o carro, foi perceber o elevado ("-díssimo") consumo de combustível do carro em percurso livre - sem trânsito (média de 6 km/litro)
    Depois de diversas consultas a oficinas da minha cidade, descobri que haviam cometido um "crime" com sistema de injeção de combustível do carro: haviam substituído a referida peça e, através de adaptação grosseira, puseram o bico de um Gol.
    Substituído o referido componente por um compatível - não é o original Ford, mas, segundo o fabricante é 100% compatível, constatei pouca alteração de consumo.
    Cansado de percorrer oficinas com péssimo atendimento, descobri, por mim mesmo já que tenho algumas noções de mecânica, que o sensor MAP também não funcionava corretamente. Mais uma vez recorri ao mercado paralelo e adquiri um sensor "100% compatível", segundo o fabricante. O carro melhorou o consumo mas, na minha avaliação, ainda continua longe do que deveria fazer - 10 km/litro em média.
Pergunta nº 1 - O QUE POSSO FAZER PARA MELHORAR O CONSUMO?
Pergunta nº 2 - PERCEBI QUE O CATALIZADOR DO CARRO FOI ALTERADO. ISSO IMPLICA EM MAIOR CONSUMO DE COMBUSTÍVEL?
Agradeço a colaboração.

Resposta de Felipe Cavalcante:
     Caro Renato
    Agradecemos os elogios. A manifestação positiva dos leitores é quem faz a Fiesta HP estar maior e melhor a cada dia. 
O consumo de combustível no perímetro urbano está mesmo alto, apesar do motor Endura ser um motor de concepção antiga e o sistema de injeção do Fiesta espanhol utiliza apenas um bico injetor (single point). O trabalho deste tipo de injeção não é muito diferente do carburador, onde a mistura é feita na entrada do coletor de admissão de maneira mais precisa e homogênea, com o bico injetor funcionando de acordo com o
programa escrito no módulo eletrônico. Trata-se de uma boa injeção eletrônica, com ignição estática (sem distribuidor) e com ponto variável. 
    Creio que o consumo está diretamente relacionado com o seu modo de dirigir. Procure evitar a famosa "banguela", pois os sistemas de injeção eletrônica (e mesmo alguns carburadores mais evoluídos) possuem o sistema "cut-off", responsável pelo corte da alimentação de marcha-lenta sob freio-motor. 
    Outras dicas para baixar o consumo:
-Evite carregar peso morto no porta-malas.
-Trajetos curtos não permitem que o motor atinja a temperatura adequada. Percursos rápidos, de até 5 km, podem até dobrar o consumo.
-Pneus mal calibrados aumentam o atrito de rolamento. Quando utilizados em rodovias, pode-se aumentar a pressão em até duas libras, o que diminuirá o consumo de combustível em até 3%.
-Rodas desalinhadas aumentam o arrasto.
-Faça a correta manutenção preventiva, principalmente no circuito de ignição, pois é o responsável pela qualidade da queima da mistura ar/combustível. Velas desgastadas, cabos de vela e rotor com fuga de corrente ou aplicação de velas inadequadas aumentam sensivelmente o consumo de combustível.
-Filtro de ar sujo enriquece a mistura nos veículos carburados; nos injetados, apresenta queda de rendimento, levando também a maior consumo.
-Planeje seu trajeto e evite o anda-pára dos grandes centros: diminuirá o consumo e estará ajudando a melhorar a qualidade do ar que respiramos.
-Evite "segurar" o veículo na embreagem: economiza combustível e evita intervenções de manutenção corretiva. Use o freio de estacionamento.
-Rack, bagageiros e outros apêndices aerodinâmicos se transformam em obstáculos ao ar, dificultando o deslocamento do veículo, fazendo com que parte da energia produzida seja consumida para vencer esta resistência, sem contar as alterações na estabilidade direcional do veículo.
-Aceleradas bruscas aumentam emissões de poluentes e podem elevar o consumo em até 15%. 
-Frear com moderação. Toda vez que o sistema de freios é acionado representa gasto de combustível que antes estava sendo utilizado para mover o veículo. Evite fazer de cada
sinal aberto uma largada de Fórmula 1.
-É importante mudar os hábitos, atentando para a regra do WOT, wide-open throttle ou acelerador todo aberto: maior aceleração em rotações mais baixas proporciona consumo menor. Pouca abertura do acelerador gera turbulência na admissão e freio-motor (o repicar, bombear do acelerador).
-Muito cuidado com a qualidade do combustível. Combustível de má qualidade carboniza a câmara de combustão, provoca perda de desempenho e conseqüente aumento de consumo. Na ponta do lápis, compensa mais usar gasolina aditivada.
    Não há problema em utilizar um bico injetor que não seja original Ford, desde que ele supra as necessidades de funcionamento do sistema de injeção. Você deve ficar atento
apenas para não misturar um bico injetor do tipo saturado com um bico injetor do tipo "peak and hold", de menor resistência e respostas mais rápidas ao pulso.
    O mesmo vale para o sensor MAP. Creio que estes cuidados serão suficientes para melhorar o consumo do seu carro.
    O catalisador do carro foi alterado em que sentido? Ele foi removido ou foi trocado por outro não original?
    Estamos à disposição para quaisquer dúvidas posteriores.
Abraços
subir

 

06 - Problemas na aceleração do Fiesta 1.0 97, dúvida de Julio Cezar.
     Oi, meu nome é Julio Cezar, e tenho um fiesta 1.0 97 e ele esta prendendo na primeira e na segunda marcha, quando acelera até o fim ele segura o carro e só se solta quando você diminui um pouco a aceleração.
     Se você sair e manter o acelerador até o fim ele fica andando amarrado e não desenvolve velocidade, só começa desenvolver velocidade quando solta um pouco o acelerador.
     E quando sai e não acelera até o final, primeiro ele d´uma segurada depois ele desenvolve bem a velocidade, mas sempre amarra e depois desenvolve.
     Eu ja troquei de gasolina e não adiantou muito e ele não era assim....
     Gostaria de saber se em alguma sugestão sobre o problema.
Obrigado.

Resposta de Felipe Cavalcante:
     Caro Julio Cezar
    Fica difícil dar um diagnóstico a distância. Já tive um problema destes em um Palio e em um Tempra. 
    No Palio o problema era uma mangueira do sistema de combustível flexível demais. Com o vácuo no sistema, a mangueira se achatava, restringindo o fluxo de combustível
até o vácuo diminuir.
    No Tempra o caso era ainda mais interessante, pois o carro só "prendia" quando se dava marcha a ré. O motivo era uma mangueira muito grande, ao dar marcha a ré no carro, o combustível não conseguia fazer a curva demasiadamente grande da mangueira e acabava por retornar.
    Pode parecer estranho, mas são pequenos detalhes como estes que fazem uma diferença enorme.
    Se não for nenhuma restrição no fluxo das mangueiras, provavelmente há algum problema na temperatura do seu coletor de admissão. Por algum motivo ele deve estar frio demais, fazendo com que o carro "prenda" logo de início.
    Comente com o seu mecânico a respeito, veja se está tudo em ordem. Estamos à sua disposição para quaisquer dúvidas posteriores.
Abraços
subir

 

07 - Aumento de Cilindrada do Endura 1.0, dúvida de Ricardo
     Sou proprietario de um Fiesta 1.0 Endura tenho as seguintes duvidas: posso substituir os pistoes/aneis originais pelo pistoes/aneis do Endura 1.3? Eu poderia usar o mesmo bloco e envia-lo a uma retifica, ou seria melhor comprar um bloco do motor 1.3.essa mudança seria significativa? o motor ganharia mais potencia?
     Abradeço desde ja a todos e parabens pela pagina.
     Um abraco

Resposta de Felipe Cavalcante:
     Ricardo
    
O mais recomendável seria mesmo substituir o seu motor por um propulsor mais atual, como o Zetec Rocam.
     Porém, o custo ainda é uma barreira discutível. Não seria melhor (e mais barato) você se desfazer do seu carro e adquirir outro Fiesta mais moderno e possante?
     O motor Endura 1.3 não desenvolve boa velocidade final, sendo um motor notável por seu torque em baixa rotação. Você irá  sentir uma agilidade superior no perímetro urbano, porém na estrada haverá pouca diferença entre o Endura 1.0 e 1.3.
     A diferença não é significativa, nem mesmo muito perceptível diante dos custos. Cremos que seja melhor investir em outro Fiesta.
Abraços
subir

 

08 - Consumo e Partida do Endura 1.0, dúvida de Eduardo
     Primeiramente, gostaria de parabenizá-los pelo site, que fornece muitas informações úteis.
     Tenho um Ka, 1.0, 97/98, com motor endura-e, e estou tendo os seguintes problemas com ele:
a) quando esquenta, fica difícil de fazê-lo pegar;
b) quando ligado, fica variando a aceleração (esquentando???) -- acelera e quase "morre", acelera e quase "morre"....
c) o consumo está elevado...
     Já mandei diversas vezes para as oficinas, os problemas param por algum tempo, mas depois voltam.
     Já revisei os filtros e fiz a regulagem das valvulas do motor. Não adiantou...
     Ele está com 77.000 Km, a descarbonização ajudará?? Será problema de injeção eletrônica?
     Agradeço a atenção
     Eduardo Alexandre Kovaliuk

Resposta de Felipe Cavalcante:
     Eduardo
     Pelos sintomas que você indicou, provavelmente o seu carro precisa de uma limpeza ou substituição do motor de passo, velas e cabos de velas, bem como limpeza dos bicos injetores.
     Verifique o estado da sonda lambda. Se ela estiver irregular, não indicará a presença exata de oxigênio no escapamento, levando o seu motor a trabalhar com uma mistura errada, prejudicando a marcha lenta e o consumo.
     Você já experimentou mudar o posto em que você abastece? A frequência dos problemas sugere que você esteja usando combustível de má qualidade.
     Abraços
subir

 

09 - Temperatura instável no Fiesta 1.0 97, dúvida de Williams
     Caro, Felipe Cavalcante
     Acessando o seu site Fiesta HP, gostei muito sobre as informações obtidas.
     Possuo um fiesta ano 97, o mesmo aquece quando estou usando muito a macha lenta e a ventoinha só dispara quando o ponteiro chega próximo ao vermelho, já levei a vários mecânicos e na autorizada, fizeram vários testes, em sensores, ventoinha, etc. e não detectaram nenhum problema, mais continuo com o mesmo problema, li alguns artigos sobre o assunto na internet e este sites sugerem que o defeito é na válvula termostática, gostaria de saber sua opinião.
     Na certeza de uma resposta.
     Williams G. Araújo

Resposta de Felipe Cavalcante:
     Willians
     Pode apostar que o problema é na válvula termostática sim.
     Pelo menos é o que tudo indica com as informações fornecidas.
     Procure uma casa de radiadores na sua cidade, um especialista pode lhe dar a orientação necessária.
     Abraços
subir