Ford Ka XR 1.6 2007
Em seu habitat natural, ele mostra seus melhores atributos

          Quando chegou ao mercado em 1997 equipado apenas com o defasado motor Endura-E 1,3L de meros 60cv, o Ford Ka impactou a todos com o seu conceito totalmente novo. Com um design jamais visto, o hatch de formas arredondadas e quatro lugares despertou as mais extremas reações no público consumidor.

          Em 2000, recebeu o moderno e potente motor Rocam 1.0 e em 2001, o Brasil foi agraciado com o lançamento do Ka mais potente do mundo. Nascia o Ka XR, obra prima da engenharia Ford brasileira. Rodas exclusivas, Aerofólio Ford RS alemão com função aerodinâmica, Pára-choques com entradas auxiliares de ar, Pneus Pirelli P6000 185/60 R14 e Suspensão redimensionada fizeram de um veículo de meros 95 cv um respeitado esportivo nacional.

          Na imprensa foram publicados incontáveis testes com o pequeno notável, e um dos mais lembrados, executado pela revista 4 Rodas, levou para o autódromo de Interlagos Ka 1.6, Gol Turbo 16v, Polo 1.6 e Palio 1.8. Além de ter sido considerado o mais divertido para a pista pelo piloto Nonô Figueiredo, o Ka fez o tempo de volta SEGUNDOS mais rápido que o segundo colocado.

          E agora, em 2007, às vésperas do lançamento do B402, novo hatch de entrada da Ford, levamos o Ka XR para seu último teste em um local muito especial. Seu habitat natural, o autódromo.


Ka XR no autódromo de Jacarepaguá, RJ

Na pista
          Figurinha carimbada dos eventos conhecidos como Track Day, o Ka XR por suas características dinâmicas conquista a cada evento mais admiradores. Sua tendência ao sobre-esterço ("saída de traseira") nas entradas de curva permite ao condutor entrar e contornar com maior velocidade as curvas.

    
Manobra de correção de sobre-esterço

          Seu ponto fraco, a potência de 95cv (reduzida no modelo 2007 para 93 cv) é contornado pelos condutores com kits que partem da instalação de novos sistemas de admissão e escape e vão até a adaptação de sobre-alimentação (turbo) ou implementação de comando de válvulas "DTM", que levam o Ka 1.6 até potências da ordem de 180 cv.

    
Apesar de seu excelente comportamento em curvas, o Ka 1.6 não tem
força suficiente para acompanhar veículos mais potentes nas retas.

          Os proprietários são os maiores fãs. A seção "Opinião do Dono" do site Carsale aponta que 86,36% dos proprietários do Ford Ka são satisfeitos e 84,85% recomendam o carro. Apenas para citar um exemplo, o Vw Gol, até então o veículo mais vendido no país, tem apenas 60% dos proprietários satisfeitos segundo a mesma seção.

          Villa, proprietário de um Ka XR 1.6 2004, enaltece a diversão proporcionada. "Dos carros nacionais o Ka 1.6 é, de longe, o mais divertido de todos. No autódromo isso é garantia de prazer a cada curva pois o carro é muito controlável e você consegue colocá-lo exatamente onde quer, abusando nas derrapagens controladas de ambos os eixos", mas ressalta: "Há uma "sobra" de chassi para o motor original. Com uns 150 cavalos é que o carro aparece em todo o seu potencial. As saídas de curva mudam completamente e o Ka fica ainda mais controlável e divertido!"

          Umberto, atual proprietário de 3 Ka XR e ex proprietário de outros 2, explica seu fanatismo pela honestidade do carro. "não se compra enganado achando que é um 1.0 econômico, não se compra achando que é um carro que leve uma família para viajar e sim sabendo que é um "viável" (não "barato") modo de se andar rápido e seguro.

          Rajão se impressiona com a durabilidade de seu Ka Action 1.6. Afinal, após 11 Track Days, 85.000 km, dos quais 60.000 com Unichip, apenas trocou óleo, pneus e freios.
 


Kas 1.6 nos boxes de Jacarepaguá - RJ

          Se você ao conhecer o desempenho e os depoimentos sobre o Ka 1.6 na pista ficou cheio de vontade de ter um, corra, pois provavelmente o B402 será lançado em 2008 e o Ka 1.6 deixará de ser oferecido. Para participar e/ou tomar conhecimento dos próximos trackdays, cadastre-se e fique ligado em nosso fórum.

A linha
          O Ford Ka é oferecido nas seguintes versões:

One 1.0 A partir de: R$ 23.945,00
Motor: 1.0 Rocam
Série: -
Opcionais: A/C
GL 1.0 A partir de: R$ 24.110,00
Motor: 1.0 Rocam
Série: Pára Choque pintado na cor do veículo, Limpador/Desembaçador/Lavador Vidro Traseiro, Aquecedor.
Opcionais: A/C, DH, Vidros e travas elétricas.
MP3 1.0
ou 1.6
1.0: R$ 33.060,00; 1.6: R$ 36.835,00
Motor: 1.0 ou 1.6 Rocam
Série: GL + A/C, DH, Vidros e travas elétricas, Cd Player com Mp3, Abertura interna do porta-malas.
Opcionais: -
Action 1.6 A partir de: R$ 29.035,00
Motor: 1.6 Rocam
Série: GL + Aerofólio, Rodas de aço Aro 14 e Conta-Giros.
Opcionais: A/C e DH.
XR 1.6 R$ 38.500,00
Motor: 1.6 Rocam
Série: MP3 + Rodas de Liga e Saia lateral esportiva.
Opcionais: -

          Para maiores informações, consulte o configurador online de veículos Ford (aqui).

          Devido à estratégia agressiva de preços, o Ka em 2007 atingiu até Setembro/07 a média de 2475 veículos/mês, 67% a mais em relação ao ano anterior.

          Caso fosse oferecido com motorização flexível em combustível, certamente o volume de vendas seria ainda maior e substituir o Ka pelo B402 no ano de 2008 seria uma tarefa ainda mais árdua para a Ford.

O Estilo 
          Polêmico desde o lançamento, na linha 2003 a Ford reestilizou a frente e a traseira para modernizar e suavizar o desenho. O resultado foi dos melhores.

         
O estilo é o mesmo desde a linha 2003.

          A versão XR possui diversos diferenciais. Luz lateral de direção, aerofólio, maçanetas na cor do veículo, adesivo preto na coluna "B", ponteira de escapamento esportiva, rodas exclusivas e saia lateral esportiva.

    
Detalhe da saia esportiva e a roda exclusiva da versão

Interior e Equipamentos
          O interior do Ka XR merecia mais atenção. Apesar de integrado ao estilo do carro, ele deixa a desejar pelo excesso de lataria aparente. A padronização dos tecidos dos forros de porta e bancos poderia combinar mais com a proposta de veículo jovem.


O console é integrado ao estilo do veículo.

Painel e Console:
          O painel é simples e fica devendo, desde o lançamento, termômetro do motor. A iluminação direta é eficiente mas antiquada. Os comandos são bem localizados e a volta da tampa removível no porta objetos do painel é positiva, bem como o novo sistema de fechamento do porta objetos do teto.

    
O painel ainda tem iluminação direta. O porta objetos do teto tem novo fechamento.

          O material usado no console é de qualidade superior aos usados atualmente nos veículos de entrada.

Equipamentos:
          O Ka XR atualmente é vendido em catálogo único. Diferente do testado, o modelo oferecido não tem mais air bag como opcional. Os pneus oferecidos atualmente, são 175/65R14 no lugar dos 185/60R14 oferecidos anteriormente. Conforme supra citado, sua lista de equipamentos oferece: Ar Condicionado, Direção Hidráulica, Duo elétrico, Abertura elétrica do porta-malas, Cd-Player com Mp3, Abertura interna do porta-malas, Rodas de Liga Leve e Saias esportivas.


Detalhe do relógio

          Por se tratar de um esportivo topo de linha, sentimos falta de Ajuste de altura do banco do motorista e volante, Faróis de Neblina, Freios ABS, Air Bag Duplo, Retrovisores elétricos e Alarme. Outro detalhe no mínimo curioso é a necessidade de chave exclusiva para a abertura da tampa de combustível.

Espaço, Ergonomia, Conforto e Porta-malas:
          Moldados com espuma de boa densidade, os bancos entregam a sensação de vestir o carro. A visibilidade é boa em todas as direções. O retrovisor, de medidas reduzidas, seria melhor aproveitado com uma lente convexa. 

    
Detalhe do acabamento e espaço interno

          Na frente, o espaço é surpreendente. Suficiente até para pessoas altas ou acima do peso. Atrás, 2 adultos só viajam caso os ocupantes da frente tenham baixa estatura.  

Falta acabamento no porta-malas

186 Litros

Mecanismo de fixação do estepe

          O porta-malas tem 186L e para grandes volumes pode ser ampliado com o rebatimento dos encostos do banco traseiro. O prático estepe fora do veículo, sob o porta-malas ganhou um sistema ainda melhor de fixação, composto por bandeja e polia de travamento. O compartimento que guardava macaco e chave de roda foi extinto em nome da redução de custos, ambos agora são guardados dentro do próprio porta-malas. Tirando o tapete, o porta-malas não possui qualquer acabamento. Até o chicote da lanterna fica solto, sujeito ao rompimento por alguma bagagem. O tampão deixou de ser emborrachado e a redução de custos chegou ao ponto inclusive de retirar uma das alças de sustentação do tampão.

Notas do Editor:
          O Ka XR nasceu para ser um esportivo puro. Itens de conforto e acabamento em um veículo assim devem ser preteridos à redução de peso, acerto de suspensão, segurança e motorização. Acredito que uma pequena redução de preço (7%) aliada à volta do air bag e inclusão de motorização Flex (já existente no resto da linha Ford) seria o suficiente para o Ka XR voltar à mente do consumidor.

          Nas pistas ele faz bonito e tem potencial de sobra para ser campeão no campeonato brasileiro de turismo. Mas agora, aos 10 anos de idade, dificilmente a Ford investirá no veículo. Fica aqui o tributo da Ford HP a esse "pocket rocket" que marcou sua época e conquistou o respeito dos verdadeiros fans de automóveis.

Avaliações FORDHP - Início
www.fordhp.com.br